SARPAS NG – Como colaborar com testes para o aprimoramento do SARPAS NG?

Desde o dia 30 de novembro de 2021, o DECEA iniciou a fase de testes da nova geração do SARPAS. Durante 100 dias, usuários poderão participar dos testes para que possam sugerir melhorias e apontar falhas. Durante esse período, por questões de segurança, o sistema não poderá ser utilizado operacionalmente.

Como posso participar?

O primeiro passo é já ter um cadastro válido no SARPAS. Na área logada, basta ir na opção “Cadastro”, depois na aba “Beta”.

Após a solicitação, basta aguardar a notificação que o acesso foi liberado. Isso ocorrerá aos poucos e no decorrer do período.

Como enviar sugestões?

Na interface da nova versão do SARPAS NG há a opção “Contato” no menu principal, onde haverá um formulário para enviar acomentários sobre as impressões, críticas e sugestões.

Quais são as principais mudanças?

As regras não mudaram, porém tentamos tornar mais objetivo e prático o passo a passo de solicitação. Onde antes haviam 4 passos, agora consistem em preencher os dados básico e interagir com o mapa que é o grande destaque da nova versão. O SARPAS passa a ser integrado ao ASA, que é o concentrador de dados de espaço aéreo do DECEA. Até então, o mapa estava disponível apenas ao analistas das solicitações e com a nova versão, passa a ser também a interface de solicitação.

O mapa indica as áreas afetadas pela localização do voo em tempo real. A cada movimento da localização, o sistema analisa e indica interseções.

A grande novidade é que o ASA já pode ser utilizado, basta acessar https://asa.decea.mil.br/sarpas para ter uma interface simplificada e focada em que deseja utilizar para planejar voos, sendo útil operacionalmente.

ECO-UTM: A grande novidade invisível

A principal mudança será pouco perceptível aos usuários, porém, com o decorrer do tempo mostrará sua relevância. O SARPAS NG foi baseado em uma arquitetura totalmente nova e apartada, dando origem inclusive a um novo produto, o ECO-UTM. Assim como o SARPAS, ele usará esse período para amadurecer as funcionalidades após a nova versão do SARPAS ele entrará em fase de implementação para ser utilizado por terceiros. Ou seja, será possível que desenvolvedores possam lançar soluções baseados no mesmo conjunto de dados utilizados pelo SARPAS, aumentando assim o leque de opções dos usuários sobre qual melhor maneira de solicitar seus voos, sendo o SARPAS uma das opções, e não mais a única.

Esse artigo foi útil?

Artigos Relacionados